História / Proprietário

Contamos também com companhia de Rubi, Ozzi e Clara, MARAVILHOS!

Adquiridos de Criadouros Comerciais, anilhados e com Nota Fiscal!!!

_____________________________________________________________________________________________

PROPRIETÁRIO

Meu nome é Guilherme Teixeira Junqueira, nascido em 02.02.1966, brasileiro, mineiro, Uberabense, já trabalhei com pecuária de leite, de corte, cruzamento industrial, construção civil, produtora de vídeo, formei-me no Curso de Direito pela Universidade de Uberaba em 1.989, hoje minha principal atividade é o trabalho no Cartório do 1° Ofício de Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas de Uberaba - MG, a qual exerço desde 1.989.

Sempre fui um apaixonado pela natureza, quando criança tive o privilégio de morar em um sítio, convivendo com toda espécie de animais, armando arapucas, pescando, andando à cavalo, diariamente.
Hoje dedico me tempo livre a minha criação de Mastinos Napoletanos.


Nerone Villa Setti Alli

Crie esta raça ela é apaixonante


Cães o inicio

Sempre fui um apaixonado por cães, quando criança, ganhei um excelente dálmata de meus pais, chamado REX, trazido de São Paulo em 1.975, foi o inicio de tudo a quase 30 anos atrás.



Outras raças

A partir do final da década de 70 criei também outras raças de cães como: Fox, Pequinês, Dobermann, Pastor Alemão, Dog Alemão, Basset, Pincher, na década de 80, me especializei na criação de Fila Brasileiro, criação esta que se estendeu até inicio de 1.993.


 


Mastino Napoletano, início

Estava em casa no dia 01º de novembro de 1992, por volta das 23:00 hs., peguei uma revista Cães e Cia para olhar exemplares de fila brasileiro, quando de repente me deparei, com um anúncio de Mastino Napoletano, olhei aquela expressão, diferente de tudo o que já tinha visto em cães até o momento, pensei que o que é isto???????? No dia seguinte comecei a criar comprando dois exemplares, cães com pouca tipicidade para os padrões atuais, mas com temperamento fortíssimo (verdadeiras feras), alguns meses mais tarde adquiri mais 3 exemplares.

Foram passando-se os anos, procurava me informar, mais e mais sobre a raça, tudo era muito difícil, materiais didáticos limitados como: livros, revistas, fitas de vídeo, muito pouco dialogo com outros criadores.

 


2ª Fase da criação.

Em 1.999, conversando com o amigo Marco Motta, disse-lhe que ia a um casamento em Brasília - DF, foi aí que indicou-me que visita-se criadores de lá.

Guilherme com Romana Dell'anima.

Bruno Montes de Calábria (fotos no pedigree da Romana e Sodon Dell'anima dentre outras).
Cão de criação do Motta e de propriedade do Rosivaldo, quando o vi o impacto foi grande demais, comecei a filmá-lo não conseguia pois tremia muito, a emoção de estar frente a frente com aquele monstro foi enorme, pensei " estou criando qualquer coisa menos Mastino Napoletano". A partir deste momento tive o sonho de ter Mastinos filhos do Bruno, sonho este que hoje faz realidade, sendo a base do meu plantel. Atualmente conto com 4 filhas do Bruno, tinha 5 cães mas infelizmente Sodon partiu muito cedo.

 


3ª fase

Acho que sem dúvida é a melhor fase é também a de mais responsabilidade hora de reproduzir estes cães e continuar o sonho iniciado pelo Motta a cerca de 15 anos atrás.