Verme do coração - Dilofiriariose

Transmitido através de picadas de mosquitos, esta doença pode levar o seu cão à morte se não for tratada a tempo. Saiba como prevenir-se.

Os mosquitos são um praga tanto para as pessoas quanto para os pets. Um picada sua pode transmitir a larva que causa a "dirofilariose canina", ou a doença conhecida como "verme do coração", que pode levar o animal à morte se não for tratada a tempo.

A doença é conhecida como verme do coração porque o parasita se aloja no lado direito do coração e nas artérias pulmonares e pode chegar a medir até 25 cm.

Os sintomas são cansaço, respiração difícil, tosse crônica, apatia e barriga d'água. O cão conviver com o parasita a vida toda ou pode morrer de um a dois anos após o contágio.

Há como prevenir a doença através da injestão de drogas, na maioria das vezes mensalmente e durante a vida toda, que matam os vermes na fase larval, antes que se desenvolvam. Estas drogas devem ser recetadas por veterinários.

A incidência dessa doença é maior nas regiões quentes, especialmente em cidades litorânes, onde o clima favorece a propagação de mosquitos, mas há registros da doença nas grandes cidades.

Caso a doença seja diagnosticada, o tratamento é rápido e feito através da aplicação de uma injeção na coluna do cão. Os gatos também podem ser contaminados. A doença tem cura se for constatado que não há lesões no coração.