Alimentação


OS SAIS MINERAIS

Alimentar corretamente nossos pássaros é uma das formas mais indicadas de assegurar suas boas condições de saúde. Por isso, é importante conhecer a função específica dos principais integrantes de uma dieta nutritiva, ou seja, dos grãos, verduras, legumes e frutas.

Frutas, verduras e legumes são, geralmente, ricos em minerais essenciais, tais como cálcio, o fósforo, o ferro, cobre, potássio, iodo, enxofre, magnésio, zinco e cobalto.

O cálcio e o fósforo encontram-se estreitamente relacionados em suas funções e são muito importantes na alimentação das aves, devendo estar presentes em uma relação correta, que dependerá de fatores como idade, temporada de criação e espécie. Mas, genericamente falando, a proporção cálcio-fósforo deve ser de 1,5 de cálcio para 1 de fósforo, podendo alcançar até de 2 para 1 (veja tabela com a quantidade destes minerais existentes nos principais alimentos), sendo recomendável sua complementação com vitamina A para assegurar absorção. Esta vitamina está presente no leite, na gema de ovo e em vegetais como espinafre, brócolis, acelga, agrião, couve, chicória, etc.

A carência ou mesmo a quebra na proporção do cálcio e fósforo fornecidos às aves - uma vez que esta quebra implica na má assimilação pelo organismo - poderá resultar em raquitismo, osteomalacia (uma doença caracterizada pelo amolecimento geral do esqueleto), e ovos deformados, ou com a casca mole. Portanto, é importante saber em que alimentos eles apresentem dosagens corretas: no espinafre e no agrião, na laranja fresca e no mamão maduro.

Ferro e cobre, por sua vez, estão estreitamente relacionados na produção e manutenção do sangue, e são também constituintes dos ovos. Problemas como hemorragias, parasitismo acentuado por vermes e, principalmente piolhos, podem tornar o organismo deficiente nestes minerais. A ausência ou insuficiência de cobre, por sua vez, não permite que o ferro seja armazenado no fígado, interrompendo a formação de hemoglobinas e resultado em anemia.

No entanto, estes males podem ser evitados com uma alimentação onde haja folhas de nabo, espinafre, folhas de beterraba, brócolis e couve, pois são ricos em ferro. Não devemos esquecer, todavia, a importância de um cardápio balanceado pois, se o excesso de ferro na dieta não é absorvido, o cobre em altas doses pode ser tóxico, lesando o fígado e outros órgãos.

Estes minerais, juntamente com o potássio, iodo, enxofre, magnésio, manganês, cobalto e zinco são, portanto, responsáveis pelo funcionamento de varias partes do organismo dos pássaros. Conhecendo a função específica de cada um, bem como as transformações que sua ausência ou excesso pode acarretar, certamente o criador estará contribuindo para a manutenção do bom estado de saúde de suas aves.

Ingrediente
Cálcio - mg
Fósforo - mg
Ferro - mg
Agrião
117
76
1,90
Alface
43
34
1,30
Banana (todos os tipos)
9
27
0,60
Chicória
93
35
-*
Coco verde
11
42
1,10
Espinafre
60
30
3,20
Folhas de beterraba
114
34
3,10
Laranja fresca
34
20
0,70
Maça
6
10
0,40
Mamão maduro
20
13
0,40
Nabo (folhas)
136
38
4,70
Pementão
8
27
0,60
* a quantidade não é definida